A doença de Dupuytren é uma disfunção hereditária comum, onde um ou mais dedos se contraem, ou seja, ficam dobrados para dentro da palma da mão. A causa para a doença de Dupuytren ainda é desconhecida.

Os homens costumam ser mais afetados pela doença de Dupuytren do que as mulheres e, normalmente, após passarem dos 40 anos. Porém, as crianças também podem ter essa doença e, infelizmente, apresentam a forma grave da doença de Dupuytren.

Sinais e sintomas da doença de Dupuytren

Normalmente, o primeiro sinal da doença de Dupuytren é a formação de um nódulo na palma da mão, próximo ao dedo anelar ou do menor dedo. Esse nódulo pode ser facilmente confundido com um calo e, geralmente, não apresenta dor.

Conforme a doença de Dupuytren vai evoluindo, outros nódulos aparecem, o que faz com que os tendões dos dedos se contraiam e se flexionem. O dedo anelar é, em geral, o primeiro a ser afetado, progredindo para o dedo mínimo e depois para o dedo médio.

Tratamento para a doença de Dupuytren

O tratamento para a doença de Dupuytren vai depender muito da fase em que a doença foi descoberta. Caso a doença esteja no estágio inicial, onde há somente pequenos nódulos que ainda não comprometem a mobilidade dos dedos, o tratamento será apenas uma orientação sobre a doença e um acompanhamento anual.

Porém, em estágios mais avançados da doença de Dupuytren, o tratamento por meio de cirurgia pode ser feito através de diferentes técnicas. A SP Hand Center conta com médicos especialistas em cirurgias de mãos, onde indicam as técnicas mais adequadas para cada caso da doença de Dupuytren.