A rizartrose é uma artrose que atinge a articulação da base do polegar, ou seja, é um desgaste da articulação. Numa articulação saudável, a cartilagem cobre as extremidades dos ossos, funcionando como um amortecedor que permite movimentos suaves e sem dor.

No caso da rizartrose, por conta dessas características apresentadas, há um desgaste da cartilagem, resultando num contato direto entre os ossos, provocando dores e a deformidade dos ossos.

Causas da rizartrose

  • Primárias: Fatores degenerativos (genéticos);
  • Secundárias: Decorrentes de traumas de fraturas e doenças reumatológicas;
  • Resultante de atividades que sobrecarregam essa articulação;
  • Obesidade;

Sintomas da rizartrose

Os sintomas da rizartrose variam de acordo com a gravidade da doença. Na fase inicial da rizartrose, pode-se sentir que as juntas estão travadas e inchadas e, se nada for feito, começa uma dor na base do polegar, o que aumenta quando há repetidos movimentos, como agarrar, pinçar e fazer torções.

Em situações mais graves, porém, a dor da rizartrose pode surgir mesmo quando se está em repouso, junto com a fraqueza, limitação da mobilidade e deformidade na base do polegar, que se traduz por um alargamento visível, expondo o osso. Conforme essa deformidade vai progredindo, a dor também vai crescendo.

Tratamento para a rizartrose

O tipo de cirurgia para o tratamento da rizartrose depende muito do estágio em que ela se encontra, além da estabilidade dos ligamentos e do perfil do paciente (idade, trabalho, afazeres domésticos, etc.). Para isso, há o suporte de diversas técnicas de cirurgia para tratar a rizartrose.

A SP Hand Center conta com um centro especializado para tratar a rizartrose, com uma variedade de tipos de cirurgias, entre elas, a opção de uma cirurgia menos invasiva para os casos não tão graves ou em estágio inicial, para evitar a progressão da rizartrose.