As fraturas do punho são rompimentos de um ou mais ossos do pulso. O pulso é formado pelos dois ossos do antebraço (rádio e ulna) e oito ossos do carpo. Os ossos carpais ligam as extremidades dos ossos do antebraço com as bases dos dedos.

As fraturas do punho mais comuns são:

  • Fratura de Colle: uma fratura perto do final do raio, sendo mais comum em pessoas idosas;
  • Fratura do escafoide: por vezes chamado de osso navicular, uma fratura no osso localizado no pulso, na lateral do polegar, que se une ao raio, sendo mais comum em pessoas jovens e ativas;

Causas das fraturas do punho

As fraturas do punho são causadas por algum trauma nos ossos do pulso. Esses traumas podem ser causados por:

  • Uma queda em um braço estendido;
  • Um golpe direto no pulso;
  • Torcer o pulso de forma brusca;

Tratamento para as fraturas do punho

O tratamento para as fraturas do punho depende muito da gravidade da lesão. As fraturas do punho consideradas mais simples, sem desvios ou comprometimentos articulares, podem ser tratadas com o uso de gesso por um tempo médio de 6 semanas.

Já as fraturas do punho que apresentam um certo grau de desvio e comprometimento articular são tratadas com cirurgia, para reduzir a fratura e fixar os fragmentos por meio de algum mecanismo de fixação (pinos metálicos percutâneos, fixadores externos ou placas com parafusos).

A SP Hand Center desenvolve trabalhos e pesquisas sobre fraturas do punho, trazendo técnicas inéditas e inovadoras para tratar situações complexas que acabam surgindo nessas fraturas do punho.